Blog

  • Home
Mae

Léon Gambetta (1838-1882) nasceu numa família de comerciantes pobres e tornou-se um grande político francês. Quando completou 15 anos, o pai levou-o a uma alfaiataria para ali trabalhar como aprendiz. Menos de seis meses depois, Gambetta voltou para casa. O pai zangou-se e mandou-o trabalhar na mercearia da família.

Ao ver o filho deprimido, a mãe sentiu pena dele e perguntou-lhe por que razão tinha deixado o trabalho de aprendiz de alfaiate.

«Não é trabalho para mim», respondeu.

«Que tipo de trabalho queres fazer?», perguntou a mãe.

«Quero ser um grande político e trabalhar pelo povo.»

«Grandes aspirações não levam a nada quando se desiste a meio do caminho», aconselhou a mãe.

«Seguirei adiante mesmo que tenha de enfrentar muitas dificuldades.»

«De quanto precisas para perseguir o teu sonho?»

«Se tiver trezentos francos, posso ir a Paris e procurar um emprego. Prometo que realizarei o meu plano», garantiu Gambetta.

«Se estás assim tão determinado, arranjarei maneira de conseguir o dinheiro», disse a mãe. Com resolução firme e inabalável, ela empenhou-se em juntar o dinheiro.

«Aqui estão os trezentos francos», disse. «Realiza o teu sonho.»

Gambetta ficou perplexo: «somos pobres. De onde veio todo este dinheiro?»

«Um conhecido emprestou-me», respondeu ela.

«Ninguém empresta tanto dinheiro sem uma garantia.»

«Claro! Eu dei uma garantia para conseguir o empréstimo», explicou a mãe.

«Mas não temos nada de valor que sirva como fiança», protestou o filho.

«Claro que temos! Dei a minha palavra como fiança. Disse que tu serás um grande político e para isso precisas deste dinheiro. Prometi que realizarás os teus objetivos e, assim que te tornares um estadista, devolverás o dinheiro.»

Gambetta ficou emocionado e prometeu a si mesmo que não permitiria que a sua mãe fosse vista como uma mentirosa. Esforçou-se, trabalhou dia e noite e por fim tornou-se um grande político francês.

A palavra da mãe pode determinar o rumo do filho. Mesmo delicada, a mulher possui uma força gigantesca quando se trata de proteger o seu filho.

(História do livro “Sementes do coração”, de Kentetsu Takamori, Dinalivro, Lisboa, 2013)

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

No Sutra da Infinita Gratidão aos Pais, Shakyamuni ensina que a gratidão à mãe é “maior que o mais alto pico do mundo e mais profunda que qualquer oceano”.

Independentemente das nossas escolhas na vida, onde e como vivemos, uma mãe sempre terá um único desejo e preocupação: que o filho viva de maneira digna e correta, com a felicidade plena e verdadeira.

Vamos nos esforçar para reconhecer, sentir e retribuir a gratidão, em cada um dos dias de nossas vidas!

Dúvidas, perguntas e comentários podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios:

Mauro Nakamura
Professor de filosofia budista, autor, editor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *