Blog

  • Home
B83376F3-6E47-43F2-BDC8-2FC625455306

Uma pessoa que inspira respeito é aquela que possui virtudes. A virtude é algo que não se adquire de um dia para outro, mas é construída a cada ação que praticamos, diariamente.

Uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter é a humildade, que é fruto do reconhecimento e da consciência de que somos todos iguais.

Cada pessoa é um indivíduo com características distintas: alguns são mais altos, outros mais baixos; há ricos e pobres, homens e mulheres, idosos e jovens. 

No entanto, por dentro, o que pensamos e sentimos não é muito diferente de toda a humanidade. A essência do ser humano é igual em todas as pessoas, independentemente de países, culturas e épocas, assim como numa radiografia, todas as pessoas são igualmente reduzidas a nada mais que um conjunto de ossos.

A filosofia budista ensina sobre esta realidade humana a partir das seguintes palavras: “Não posso condenar ninguém por maiores que sejam seus defeitos, porque eles não são quase nada se forem aos meus comparados.”

“Quanto mais a flor de glicínia se curva, mais as pessoas olham para admirar a sua beleza. Quanto mais humilde for uma pessoa, mais respeito ela cativa. Porém, curvar-se com humildade só para obter respeito é desprezível.”

Kentetsu Takamori, autor do livro porque vivemos

“Quanto mais a flor de glicínia se curva, mais as pessoas olham para admirar a sua beleza. Quanto mais humilde for uma pessoa, mais respeito ela cativa. Porém, curvar-se com humildade só para obter respeito é desprezível. “ (Kentetsu Takamori, autor do livro “Porque vivemos”)

Podemos afirmar que a virtude da humildade (sincera e genuína) é uma das bases para a construção de um mundo mais igualitário, justo e feliz.

Vamos praticar boas ações no dia a dia e adquirir virtudes para a felicidade, nossa e dos outros!

 Este é um dos conteúdos do livro CAUSA E CONSEQUÊNCIA – Filosofia budista para o dia a dia. Saiba mais sobre o livro no link abaixo.

Dúvidas, perguntas e comentários podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios:

mm
Professor de filosofia budista, autor, diretor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *