Blog

  • Home
4B87A84E-1955-412C-B85B-1DAC68FCD05B

Por que temos sofrimentos?

Não saber ou não conseguir determinar a causa com precisão pode trazer resultados devastadores – uma doença curável pode se tornar fatal. A dor abdominal pode ser provocada por uma úlcera, um cancro ou algum outro motivo. 

Sem um diagnóstico correto, não é possível adotar o tratamento adequado. Obviamente, o sofrimento não poderá ser eliminado. Identificar a causa da doença é a essência do tratamento. 

Da mesma forma, somente quando observamos com perspicácia a realidade de que “viver implica, também, em ter sofrimentos” e identificamos corretamente a causa desse sofrimento é que uma vida de alegria plena e suprema poderá se abrir diante de nós. 

Por isso, a questão mais urgente de qualquer pessoa é saber sobre a fonte ou a causa do sofrimento. Só assim, será possível solucionar por completo a causa e eliminar definitivamente o sofrimento, passando da dor à felicidade plena, e não ter apenas um alívio, que embora seja uma etapa intermediária importante do processo de busca pela solução, é algo temporário. 

O desejo último de todos os seres humanos é livrar-se da dor e atravessar, radiantes e cheios de alegria, o mar de sofrimentos da vida. Este é o maior desafio da humanidade e o alvo principal dos ensinamentos deixados pelo Buda Shakyamuni, há mais de 2600 anos, que transcendem tempo e espaço.

Somos todos vulneráveis à devastação da doença repentina que pode atingir um ente querido ou nós mesmos. E, apesar de podermos mergulhar num trabalho ou projeto de que gostamos e que nos dá satisfação, ou nas inúmeras práticas e terapias de bem-estar para aliviar o stress e os sofrimentos quotidianos, um dia a velhice impedirá que desfrutemos de tais atividades. 

Além disso, ao morrer, teremos que nos separar daqueles que amamos. O que, na vida, nunca irá nos trair, algo a que podemos nos dedicar sem remorsos ou arrependimentos? Por toda a sua vida, Shakyamuni ensinou que o propósito da vida não é outro, senão conquistar a plena e inabalável felicidade que tanto desejamos.

A essência desta mensagem foi divulgada no Japão por Shinran (1173-1263), grande expoente da filosofia budista. Shinran indicou o propósito da vida e enfatizou a importância e urgência de sua realização com incomparável clareza: “o propósito universal da vida consiste em destruir a raiz (causa) do sofrimento e conquistar a imensa alegria de estar vivo e ter nascido humano, e viver em eterna felicidade”. 

Por mais dura que seja sua vida, siga em frente até atingir este propósito. As nove décadas da vida de Shinran foram dedicadas exclusivamente a essa mensagem. 

Leia mais explicações sobre este tema artigos já publicados deste site e no livro Porque vivemos.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Dúvidas, perguntas e comentários podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios:

mm
Professor de filosofia budista, autor, diretor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *