Blog

children-1869265_1920

A luta diária é sempre consigo mesmo. Uma luta que tem de ser travada sem trégua.

Assim como treinar os músculos, aprimorar a mente é também um processo extremamente doloroso. É preciso resistir e perseverar.

Coisas tangíveis podem ser roubadas, desintegrar-se, quebrar, desaparecer.

O tesouro invisível da mente é indestrutível. Todo o sacrifício e sofrimento para obtê-lo será plenamente recompensado.

Belos frutos serão colhidos.

(Texto adaptado de Kentetsu Takamori, autor do livro “Porque vivemos”, Editora Nascente, 2019)

O que é o “tesouro invisível da mente”? Como tornar-se “milionário da mente”?

Foi exatamente esse o caminho transmitido pelo buda Shakyamuni (Siddharta Gautama) há mais de 2600 anos, na Índia. Ele indicou que a razão de termos nascido como seres humanos e estarmos vivendo esta vida é conquistar o “tesouro invisível da mente”, em outras palavras, a felicidade duradoura nesta vida.

Segundo Shakyamuni, é por ser possível obter essa felicidade nesta vida que não podemos desistir de viver, que precisamos lutar para viver mesmo com sofrimentos e avançar todos os dias.

Ao saber da existência desse “tesouro invisível da mente”, pela primeira vez a nossa  vida ganha sentido e teremos a autêntica força interior necessária para enfrentar todas as adversidades que qualquer ser humano pode experimentar, desde o mais rico ao menos favorecido, do mais intelectual ao humilde.

Quando o propósito da vida se torna claro, todas as atividades — estudar, trabalhar, cuidar da saúde — adquirem significado, e a vida fica repleta de alegria e satisfação. Mesmo em situações em que sofremos com uma doença, com uma disputa em família ou com uma derrota, essa força de viver leva-nos a superar todas as dificuldades a fim de tornar-se “milionário da mente”.

Partilho outro artigo que explica sobre o “tesouro invisível da mente” ensinado na filosofia budista:

Dúvidas ou perguntas sobre o conteúdo deste artigo podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios:

mm
Professor de filosofia budista, autor, diretor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *