Blog

  • Home
69254E9C-9241-41A6-9754-C5CEA15AEBDB

Certo dia, a veloz lebre avistou a tartaruga e disse: “Olá, tartaruga. Como você anda devagar. Acho que é o bicho mais lento do mundo!” A tartaruga não se deixou abalar. “É mesmo, lebre? Então, o que acha de disputarmos uma corrida?”


“Está falando a sério? Acha realmente que tem condições de me vencer?”

“Se não competirmos, não teremos como saber, não é?


“Sendo assim, aceito o desafio!”

Foi decidido que correriam até o sopé da montanha. No início, a lebre correu com energia, até começar a achar o esforço despropositado. “Não há possibilidade alguma de perder. Sou muito veloz para a tartaruga. Além disso, o dia está perfeito para uma boa sesta.”

A presunçosa lebre começou a ressonar e, por fim, adormeceu. A tartaruga continuava a caminhar. Conhecia o limite das suas forças — não descansava, porém, não se excedia. 

Quando a lebre acordou, já era final de tarde. 

“Não acredito. Dormi demais!” Saiu desesperada. Mas já era tarde: a tartaruga a esperava na linha de chegada. 

A velocidade da lebre é inquestionável. No entanto, ela foi presunçosa e menosprezou duas enormes qualidades da tartaruga: o esforço e a perseverança. Por isso, a lebre cometeu um grande erro: tornou-se negligente e deixou de se esforçar. 

A tartaruga, por sua vez, caminhou devagar, mas de maneira constante. Ser lenta não é necessariamente um defeito, nem razão para ser pessimista ou sentir-se inferior aos demais. Embora seus passos sejam lentos, ela se manteve resoluta e constante, o que a levou a ultrapassar a linha de chegada antes da lebre. 

O mais importante em qualquer ser humano é a vontade sincera e humilde de querer melhorar e progredir. Pode parecer muito pouco para pessoas altamente capazes e com habilidades privilegiadas, mas é um tesouro de valor inestimável para quem deseja ser verdadeiramente feliz nesta vida.

mm
Professor de filosofia budista, autor, diretor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *