Blog

  • Home
PT 2020.04.08 (1)

Este episódio aconteceu há mais de 2600 anos, na Índia, quando Buda Shakyamuni e seus discípulos andavam de casa em casa, recolhendo doações e transmitindo a virtude da prática do bem.

Ao ver o grupo de Shakyamuni, um dos lavradores que descansava após o almoço, disse em tom de ironia:

“Por que não trabalha e cultiva a terra para produzir alimentos para a população, como nós fazemos, ao invés de apenas andar e pedir donativos?”

Buda respondeu calmamente:

“Nós também somos lavradores e trabalhamos.”

Surpreendido pela resposta inusitada, o agricultor perguntou:

“Então diga-me, onde está o seu trator agrícola? Onde está a enxada? E a semente? E os frutos?

E, novamente com serenidade, Shakyamuni explicou:

 “Cultivamos a “terra” do coração das pessoas, com o “trator” que se chama paciência ou perseverança. Com a “enxada” da diligência, plantamos a “semente” da felicidade para que as pessoas possam colher seus “frutos”, com uma vida verdadeiramente feliz.  

Aos 35 anos, Buda Shakyamuni (Siddhartha Gautama), atingiu o grau supremo de iluminação, o grau de buda, e descobriu o caminho que faz florescer a felicidade absoluta no coração de todo e qualquer ser humano. Até os 80 anos, quando faleceu, transmitiu a filosofia ou ensinamento que hoje, chamamos de Budismo.

Maior que a terra infértil, é a dificuldade de cultivar o coração das pessoas.

Buda Shakyamuni

A partir dos nossos textos, artigos, livros, vídeos, filmes, workshops, projetos sociais e cursos, desejamos contribuir para que as pessoas possam cultivar a felicidade no coração e viver em pleno. 

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Dúvidas, perguntas e comentários podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios:

Mauro M. Nakamura
Professor de filosofia budista, autor, editor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *