Blog

  • Home
3C16966E-B098-42D5-8706-D70273ACA66F

As relações humanas nem sempre são simples e fáceis. Muitas vezes, discutimos e brigamos por coisas pequenas.

A seguinte fábula de Esopo ilustra bem esta questão.

Num dia quente de verão, o leão e o javali estavam com as gargantas secas. Então, avistaram uma fonte. Mas quem beberia primeiro? O orgulho não os deixava ceder, e o problema tomou proporções de disputa de vida ou morte. Numa pausa na briga, olharam para trás e viram um bando de abutres em tocaia, esperando para devorar aquele que caísse primeiro.

Foi quando o leão e o javali mudaram suas formas de pensar.

— Em vez de virarmos comida de abutre, é melhor tornarmo-nos colegas.

Se mudarmos um pouco o modo de pensar, é possível beber juntos da mesma pequena fonte.

Em assuntos menores, vamos evitar o gasto desnecessário de energia. (Conto do livro “A bagagem dos viajantes”, de Koichi Kimura)

Priorizar o que é mais importante e não utilizar demasiado tempo e energia na solução de problemas menores, também é viver de forma sábia e feliz.

O que devemos fazer primeiro nesta vida imprevisível e de incertezas?

Esta consciência é a bússola indicada pela filosofia budista para uma vida sem arrependimentos e de plena satisfação e tranquilidade.

mm
Professor de filosofia budista, cultura japonesa e pensamento nipónico, autor, diretor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *