Blog

  • Home
3EF19B25-D7BF-4CD8-9042-821D5AEB7E31

Ao se encontrarem, as pessoas são incapazes de permanecer um único segundo em silêncio. Sentem uma necessidade incontrolável de falar sobre algo, qualquer coisa. Se refletirmos sobre tais conversas, a maioria infelizmente não tem conteúdos realmente úteis, são bisbilhotices sem fundamento, reclamações e, até, insultos.

Nessas ocasiões, tanto o falante como o ouvinte nada obtém além de perdas. O principal problema é que ambos ignoram que queixas e ofensas não beneficiam nenhuma das partes. 

Evitar as reclamações e se esforçar em agir para mudar positivamente uma situação desconfortável é uma boa ação que todos nós podemos praticar, todos os dias e a qualquer hora. Basta ter força de vontade.

Isso não significa que nunca podemos conversar sobre algo que nos aflige e nos faz sofrer. Há sempre a pessoa, o momento e o lugar mais apropriado para isso. Vamos utilizar o nosso valioso tempo para atitudes construtivas. 

Leia, também, o artigo “A relação de causa e consequência da nossa vida”.

Dúvidas, perguntas e comentários podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios:

mm
Professor de filosofia budista, autor, diretor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *