Blog

  • Home
pessoas na palma da mão

“A atitude de bajular os ricos e desdenhar os pobres é um grande inimigo.
Escreva um bilhete de agradecimento à pessoa que lhe manda uma caixa de frutas, mas tenha um cuidado ainda maior de escrever também a quem lhe dá apenas uma fruta”.

(Kentetsu Takamori, livro “Um caminho de flores”)

Um bando de macacos artistas, instigado pelos gritos do treinador, fazia uma apresentação excelente. Uma espectadora ficou tão impressionada que, sem pensar, atirou para eles uma banana como recompensa.

O resultado foi desastroso. Tudo o que os macacos tinham aprendido foi deixado de lado e eles pularam em cima da banana numa louca confusão. Brigando e mordendo uns aos outros, desesperados para se apossar da fruta, estragaram a bela apresentação.

Tanto o desejo de reconhecimento e fama, como o desejo de riqueza são sentimentos ligados ao nosso ego. Quando nos jogam a banana do dinheiro, da posição social de destaque, da admiração do público e do sucesso, toda a ética, educação e cultura que aprendemos, adquirimos e sabemos pode ir por água abaixo, como aconteceu com os macacos, se não tivermos a consciência de quem realmente somos.

Deixamos aqui alguns ingredientes para uma reflexão positiva e ponto de partida para o nosso crescimento como seres humanos. O livro “Um caminho de flores” traz 75 contos breves, mas com mensagens profundas que fornecem dicas relevantes para esta caminhada.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Dúvidas, perguntas e comentários podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios:

Mauro Nakamura
Professor de filosofia budista, autor, editor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *