Blog

  • Home
sal

O sal é apenas um ingrediente do sabor, e o mais importante é saber usá-lo na medida certa.
Saúde, riqueza, reputação e status são todos ingredientes da felicidade. A chave do verdadeiro bem-estar é ser capaz de usá-los com habilidade.

Há 2600 anos o buda Shakyamuni transmitiu a filosofia budista e ensinou como podemos alcançar esse equilíbrio nesta vida e ser plenamente feliz. 

Partilho, abaixo, um conto muito interessante do professor Kentetsu Takamori, autor do livro “Porque vivemos”, que pode ajudar na reflexão para uma vida equilibrada e plena.

Tokugawa Ieyasu (1543-1616), fundador e primeiro xogum do governo Tokugawa, uma vez reuniu um grupo de homens valentes. Depois de fazer cada um falar de seus feitos em batalha, pediu que contassem qual era a coisa mais gostosa do mundo. Um disse vinho; outro, doces; um terceiro, frutas. Discutiram o assunto, cada homem apontando sua preferência pessoal, mas Ieyasu não parecia satisfeito. 
Por fim, voltou-se para sua fiel atendente, uma mulher chamada Okaji, e perguntou: “Qual é a coisa mais gostosa do mundo para você?”. 
Okaji sorriu e respondeu apenas:“Sal”. 
Pela primeira vez, Ieyasu deu um sorriso de satisfação. E em seguida fez outra pergunta:“E a pior?”. 
Ela respondeu tranquilamente: “A coisa menos gostosa também é o sal”. 
Ieyasu ficou perplexo com sua destreza. 
A verdade inegável da resposta de Okaji está baseada neste princípio: como o sal realça todos os outros sabores, ele é sem dúvida a coisa mais gostosa do mundo. Da mesma forma, o sal pode estragar tudo. Por isso é também a coisa menos gostosa. Claro que o sal em si não é nem agradável nem desagradável ao paladar – seu efeito é uma questão de proporção. 
O sal é apenas um ingrediente do sabor, e o impor tante é saber usá-lo na medida certa. 
Saúde, riqueza, reputação e status são todos meros ingredientes da felicidade. A chave do verdadeiro bem-estar é ser capaz de usá-los com habilidade.

Dúvidas ou perguntas sobre o conteúdo deste artigo podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios:

mm
Professor de filosofia budista, autor, diretor de conteúdo e presidente da ITIMAN. Diretor internacional da Ichimannendo Publishing Co. Ltd. - Tóquio, Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *