Tannisho – Mesmo num mundo de diversidades, somos todos iguais (Anime)

  • Home

Japão, período Kamakura, início dos anos 1200. Nascido numa família pobre de agricultores, Heijiro é sábio e inteligente, acima da média das crianças de sua idade. Um dia ele conhece o Mestre Shinran (1173-1262) e aprende muito e cresce. 

Ainda adolescente, Heijiro deixa a sua cidade natal em busca dos ensinamentos da filosofia budista transmitidos pelo Mestre Shinran, que havia retornado a Kyoto, capital japonesa da época.

Yuinen, no filme de animação japonesa Tannisho o Hiraku, produzido pela Paradise Cafe e Ichimannendo Publishing, em 2019.

Já como aprendiz, recebeu o nome Yuinen e estudou o budismo com outros colegas, sob a orientação do Mestre Shinran. Durante os seus estudos, Yuinen descobre que sua antiga amiga de infância está em apuros e tenta ajudá-la, sem saber o que e como fazer.

Asa, amiga de infância de Yuinen, em Tannisho o Hiraku (Japão, 2019).

A partir dos sábios conselhos de um colega veterano e colocando em prática o ensinamento budista que aprendeu com o Mestre Shinran, consegue finalmente salvar a amiga.

Por que a filosofia budista explica que “se até as pessoas boas podem obter a verdadeira e plena felicidade, mais ainda as pessoas que cometem más ações poderão conseguir”?  Por que vivemos? Por que mesmo com sofrimentos, temos de continuar a viver? Estes são alguns dos temas abordados neste filme de animação japonesa, que teve a sua estreia nos cinemas japoneses no dia 24 de maio de 2019.

Dúvidas, perguntas e comentários podem ser enviadas para Mauro Nakamura, pelos seguintes meios: